Publicidade
|
Política

EXCLUSIVO! Michel diz que permanece na oposição ao prefeito de Guarabira
12.01.2017 enviado às 01:36
Texto:
Vereador afirma que permanece na oposição ao prefeito de GBA (Imagem: Da Net)
GUARABIRA (PB) – O vereador Michel Xavier de Lima (Michel do Empenho – PRB) confirmou, com exclusividade para Fato a Fato, que atuará na bancada de oposição ao prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) na Câmara Municipal de Guarabira. 
 
- Permanecerei na oposição. Farei uma oposição construtiva – destacou Michel em conversa com a editoria de Fato a Fato pelo WhatsApp. O vereador foi eleito com 1.383 votos na campanha passada, sendo candidato na coligação encabeçada pelo PMDB.
 
O parlamentar disse ser grande a expectativa, sobretudo de sua parte, quanto o início dos trabalhos no Legislativo guarabirense. “Estou contando as horas para estrear e assim bem representar os meus eleitores e o povo de Guarabira na Câmara Municipal”.
 
Com relação aos primeiros projetos, o filho do ex-vice-prefeito Zé do Empenho revelou que vai iniciar as atividades parlamentares apresentando requerimentos para asfaltamento da Rua Joca Carteiro (anel da beira do rio) no bairro de Santa Terezinha e uma academia de saúde destinada ao sítio Passagem. 
 
Da Redação/Fato a Fato
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Pacto federativo: bancada federal se reúne com prefeitos na Capital

»Senador Cássio defende repatriação por familiares de políticos

»Michel diz que briga entre girassóis e Zenóbio leva Guarabira ao retrocesso

»Veneziano defende Roberto Paulino na presidência do PMDB da Paraíba

»APÓS DETERMINAÇÃO DO STF, EUNÍCIO OLIVEIRA DEVOLVE À CÂMARA PACOTE ANTICORRUPÇÃO

»Camila Toscano é reconduzida a liderança da Minoria na ALPB

»Wilsinho rebate Jáder Filho sobre deputados federais votados em Guarabira

»Em pesquisa CNT/MDA, Lula bate adversários em todos os cenários

»Partido dos Trabalhadores da Paraíba realiza I Congresso da Juventude Petista em Belém

»PMDB adia reunião para discutir formação de bancada na Assembleia

 
 
 
Editorial do dia

Foro privilegiado

Foi o STF que considerou ilegais doações empresariais em campanhas, que reconheceu a união homoafetiva como “unidade familiar”, que descriminalizou aborto nos três primeiros meses de gestação, que estabeleceu corte de ponto de servidores públicos em greve,que aprovou prisão após condenação em 2ª grau, que reconheceu dupla paternidade de filhos adotados (dos pais biológicos e afetivos), que proibiu veto a tatuados em concursos...

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas