Publicidade
|
Saúde

Médicos são ameaçados e correm risco de morte no Trauminha de JP, diz Conselho Regional de Medicina
10.01.2017 enviado às 22:28
Texto:
O Trauminha fica em Mangabeira (Imagem: Da Net)
JOÃO PESSOA (PB) - O Conselho Regional de Medicina do Estado da Paraíba (CRM-PB) solicitou a instalação de um posto policial no Complexo Hospitalar Tarcísio Burity de Mangabeira, mais conhecido como Trauminha, que fica no bairro de Mangabeira, Zona Sul de João Pessoa. A solicitação ocorre após denúncias de que funcionários do local estariam sendo agredidos e ameaçados de morte.
 
Segundo o CRM-PB, existe a necessidade de salvaguardar a integridade e segurança de funcionários do local, que exercem suas funções sob ameaças de pessoas atendidas e familiares de pacientes.
 
O Portal Correio tentou contato com a direção do Trauminha para um posicionamento da unidade sobre a solicitação do CRM-PB, durante toda a tarde desta terça-feira (10), com vários telefonemas, mas até a publicação desta matéria a direção não foi encontrada.
 
Do Portal Correio
 
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Pesquisa mostra riqueza nutricional no bagaço de frutas cítricas

»Micobactérias fecais controlam diabetes em teste com animais, mostra estudo

»Prefeitura de Pilõezinhos realiza reforma no Posto de Saúde UBS-PSF I

»OMS afirma que consumo de drogas causa 500 mil mortes anuais

»Mãe acorda de coma após 7 anos e vê filha pela primeira vez na Sérvia

»Morre em CG terceira criança de Itabaiana vítima de doença misteriosa

»PSFs de GBA têm mato e lixo; Secretário diz que limpeza será feita

»Crianças têm mortes misteriosas na região do Agreste da PB; 3ª vítima é internada em Campina Grande

»Vereador Michel do Empenho pede policlínica para o Assis Chateaubriand

»Agevisa estadual interdita CEO de GBA; SMS conseguiu desinterdição no último dia 3

 
 
 
Editorial do dia

Luciano e a linha tênue de 2017 e 2018

Recém-eleito prefeito da maior cidade da Paraíba, já no primeiro turno, Luciano Cartaxo precisará exercitar toda paciência, cautela e bom senso para conviver com as obrigações com João Pessoa (que são muitas) e com os ventos naturais que sopram para uma candidatura ao Governo do Estado.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas