Publicidade
|
Geral

Advogado critica rampa de acesso construída em academia de saúde de GBA
10.01.2017 enviado às 21:39
Texto:
Advogado Cláudio Cunha (Imagem: Facebook)
GUARABIRA (PB) - Advogado militante dos mais requisitados da região do Brejo, Cláudio Galdino Cunha fez uma crítica em seu perfil na rede social Facebook, nesta terça-feira (10), de um flagrante na estrutura de uma das academias espalhadas pelos bairros de Guarabira.
 
De acordo com Cláudio, a academia fica localizada no bairro Esplanada e o que chamou a atenção foi a rampa de acesso construída pela Prefeitura de Guarabira.
 
“Revolucionária rampa de acesso para cadeirantes na academia da saúde do bairro Esplanada! Reparem no conceito, no design! Certamente a “ideia” vai ser exportada!,” postou Cunha.
 
A citada rampa foi construída pela gestão de Zenóbio Toscano (PSDB), durante o período de campanha, nas eleições passadas. Com pressa e com a necessidade de mostrar serviço aos moradores da localidade, a gestão entregou a obra sem se preocupar com os detalhes. O resultado é que o cadeirante não consegue acesso via rampa, que acabou ficando igual uma calçada.
 
VEJA RAMPA:
 
 
Do Portal Independente com Fato a Fato
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»PM de Pilõezinhos doa veículo para servir à comunidades rurais

»De fio-dental, Gil Jung mostra frente e verso e exibe suas curvas

»Michel do Empenho pede delegacia da Polícia Federal para Guarabira

»Ex-prefeito de Mulungu é condenado a 3 anos e seis meses de prisão

»IV BPM vai construir estande de tiro para treinamento de policiais

»Vereador tem requerimentos aprovados em benefício do Bairro do Cordeiro

»CMG dá título de cidadão ao ex-presidente Lula; Autor é Marcelo Bandeira

»OAB-GBA realiza palestra em comemoração ao Dia do Consumidor

»MARCELO BANDEIRA! Vereador pede a Conab feijão e fubá para GBA

»Michel do Empenho pede curso de informática para UEPB de GBA

 
 
 
Editorial do dia

Luciano e a linha tênue de 2017 e 2018

Recém-eleito prefeito da maior cidade da Paraíba, já no primeiro turno, Luciano Cartaxo precisará exercitar toda paciência, cautela e bom senso para conviver com as obrigações com João Pessoa (que são muitas) e com os ventos naturais que sopram para uma candidatura ao Governo do Estado.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas