Publicidade
|
Política

Raniery vê dificuldade na aliança com o PSD e PSDB para 2018
10.01.2017 enviado às 21:11
Texto:
Disputas paroquiais podem dificultar aliança PMDB/PSDB/PSD em nível estadual, diz Raniery (Imagem: Da Net)
JOÃO PESSOA (PB) - O deputado estadual Raniery Paulino (PMDB) declarou, nesta terça-feira (10), em entrevista ao Portal MaisPB, que vê dificuldade para ampliação da aliança PSDB/PMDB/PSD de João Pessoa para as eleições estaduais em 2018.
 
Raniery considerou que a composição que deu a vitória a Luciano Cartaxo (PSD) em João Pessoa foi exitosa, mas, para ele, “cada eleição tem a sua história”.
 
Para Raniery, existem municípios onde aliança não foi possível em 2016 e também não acontecerá em 2018.
 
Ele citou o caso de Guarabira, no brejo paraibano, onde o PMDB polariza uma disputa por várias décadas com o PSDB. “Lá é cada um no seu quadrado”, afirmou.
 
Entre os simpáticos da aliança estão o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e o ex-deputado federal Ruy Carneiro (PSDB), que foi um dos primeiros defensores da composição que foi vitoriosa na Capital.
 
Por Roberto Targino – MaisPB
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Paulino tem apoios para comandar o PMDB da Paraíba, diz Os Guedes

»NOVA COLUNA! A. Santos escreve sobre Lula, pesquisas e golpistas

»Raniery comenta ‘indicação’ de Roberto Paulino para presidir PMDB da PB

»Temer adia visita à PB para 9 de março e terá RC e Cássio no palanque

»Aguinaldo Ribeiro é alvo de inquérito da Lava Jato no STF, diz Estadão

»Relator no TSE dará voto duro sobre cassação da chapa Dilma/Temer

»Raniery defende candidatura própria do PMDB ao Governo em 2018

»Aguinaldo recebe ligação de Temer e aceita liderança do Governo

»Peemedebista garante que Ricardo Coutinho se aliou a Michel Temer

»SENADO FEDERAL APROVA INDICAÇÃO DE ALEXANDRE DE MORAES COMO NOVO MINISTRO DO STF

 
 
 
Editorial do dia

Saída de Padilha resolve problema do governo

Osmar Serraglio não foi uma má escolha para o ministério da Justiça. O presidente Temer teve que se render ao PMDB e escolheu uma pessoa que não é marcada pela cumplicidade e por isso mesmo não agradou a uma ala do partido.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas