Publicidade
|
Política

“Se dependesse somente de mim, preferiria assumir a secretaria”, afirma vereador zenobista
09.01.2017 enviado às 19:13
Texto:
Vereador Raimundo Macedo tudo indica irá assumir a Secretaria de Educação do município (Imagem: Da Net)
GUARABIRA (PB) – O vereador Raimundo Macedo (PSDB), pela primeira vez expôs sua preferência em relação a seu futuro dentro do ninho tucano guarabirense. O parlamentar ainda vive o dilema de continuar no mandato ou reassumir o cargo de secretário de Educação do município, caso seja convocado pelo prefeito Zenóbio Toscano.
 
Em entrevista ao radialista Cid Cordeiro (Jornal da Manhã da Constelação FM), Macedo, de tanto ser instigado a falar se ficaria na Câmara Municipal ou iria ocupar alguma pasta na administração municipal, disse o seguinte: “Se dependesse somente de mim, preferiria ficar na Secretaria de Educação”.
 
Raimundo disse que, como sempre foi fadado ao diálogo e gosta de seguir as decisões colegiadas, vai aguardar até a última hora para saber em qual posição jogará dentro do grupo do prefeito Zenóbio Toscano.
 
- Repito, o que for melhor para o povo e o grupo político a que pertenço, estarei pronto e com a convicção de sempre tentar fazer o melhor – afirmou Macedo.
 
Projetos – Dentre os principais projetos que apresentará caso permaneça na Câmara Municipal, Raimundo citou o de realizar um grande campeonato amador na cidade e na zona rural, numa possível parceria com a Liga Desportiva Guarabirense (LDG).
 
Da Redação/Fato a Fato
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Paulino tem apoios para comandar o PMDB da Paraíba, diz Os Guedes

»NOVA COLUNA! A. Santos escreve sobre Lula, pesquisas e golpistas

»Raniery comenta ‘indicação’ de Roberto Paulino para presidir PMDB da PB

»Temer adia visita à PB para 9 de março e terá RC e Cássio no palanque

»Aguinaldo Ribeiro é alvo de inquérito da Lava Jato no STF, diz Estadão

»Relator no TSE dará voto duro sobre cassação da chapa Dilma/Temer

»Raniery defende candidatura própria do PMDB ao Governo em 2018

»Aguinaldo recebe ligação de Temer e aceita liderança do Governo

»Peemedebista garante que Ricardo Coutinho se aliou a Michel Temer

»SENADO FEDERAL APROVA INDICAÇÃO DE ALEXANDRE DE MORAES COMO NOVO MINISTRO DO STF

 
 
 
Editorial do dia

Saída de Padilha resolve problema do governo

Osmar Serraglio não foi uma má escolha para o ministério da Justiça. O presidente Temer teve que se render ao PMDB e escolheu uma pessoa que não é marcada pela cumplicidade e por isso mesmo não agradou a uma ala do partido.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas