Publicidade
|
Policial

AÇÃO POLICIAL! Preso grupo suspeito que planejava incendiar comunidade na Capital
09.01.2017 enviado às 12:25
Texto:
JOÃO PESSOA (PB) - Quatro homens foram presos em flagrante, na madrugada desta segunda-feira (9), no Colinas do Sul, suspeitos de planejar ataque a uma comunidade conhecida como 'chikungunya', em João Pessoa. 
 
Segundo divulgado pela PM, o grupo portava nove coqueteis molotov no momento da abordagem policial. O objetivo seria atear fogo na comunidade para aterrorizar moradores e usar alguns locais para venda ilegal de drogas. Ainda com os quatro suspeitos a polícia apreendeu duas espingardas, dois revólveres e munições. 
 
A prisão aconteceu durante diligências para localizar criminosos que trocaram tiros com a PM, na tarde do domingo (8), no bairro. Durante as buscas, os policiais receberam informações sobre onde estariam os suspeitos que pretendiam incendiar os barracos, já que eles estavam constantemente ameaçando os moradores.
 
Os quatro homens e todo o material apreendido foram apresentados na Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel. 
 
Do Portal Correio
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»MAIS VIOLÊNCIA! Vigilante é morto e 4 são baleados em assalto com tiroteio em hipermercado

»Acidente com moto deixa uma vítima fatal entre Pirpirituba e Belém

»Funcionários do Detran cobram prisão do suspeito de matar agente; enterro será nesta segunda-feira

»Homem é morto com facada no peito na cidade de Solânea; Vítima tinha passagem pela polícia

»Juíza decreta prisão do acusado de atropelar agente de trânsito em JP

»Polícia Militar entra em Alcaçuz para erguer muro de contêineres e separar presos

»Dupla invade hospital e rouba celulares de pacientes e funcionários, na Paraíba

»Policia apreende arma e drogas após troca de tiros no bairro 13 de maio

»Empresária é presa suspeita de golpe de R$ 100 mil em pacotes turísticos, em João Pessoa

»Operação prende quadrilha especializada em roubos de gado, residências e motos

 
 
 
Editorial do dia

O atropelamento do agente de trânsito

Em João Pessoa, Capital do Estado da Paraiba, não se fala em outra coisa senão no inaceitável atropelamento seguido de morte do Agente de Trânsito, Diogo Nascimento, pelo executivo Rodolpho Carlos, na madrugada de sábado passado, ao fugir de uma Blitz.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Profº Jorge Lucena
Programa a Visão do Brasil
Mais Lidas