Publicidade
|
Religião

Apóstolo Waldemiro Santiago leva facada no pescoço durante culto em SP
08.01.2017 enviado às 12:51
Texto:
Apóstolo Valdemiro Santiago postou vídeo sobre ataque em culto (Imagem: Reprodução)
SÃO PAULO (SP) - A apóstolo Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, levou uma uma facada no pescoço durante um culto por volta das 8h deste domingo (8) em um templo da igreja no Brás, centro de São Paulo. 
 
Ele postou um vídeo nas redes sociais, direto do hospital, contando o que ocorreu.
 
O homem que o atacou foi preso em flagrante, segundo informações do 8º Distrito Policial (Brás), com um facão. O homem, que está desempregado, disse que teve uma discussão com o pastor há algumas semanas.
 
“Eu estava impondo as mãos, acabando de ouvir um milagre, um testemunho, e entrou alguém por trás, não sei, não vi quem era, e deu uma facada no pescoço, ou uma navalha, não sei”, explicou o pastor em vídeo.
 
O apóstolo afirmou que voltará a pregar. “Orem por mim”, pediu Valdemiro.
 
“Eu perdoo a pessoa que fez isso”, afirmou.
 
Do G1
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»VATICANO JÁ ESTÁ COM LISTA TRÍPLICE PARA ESCOLHA DO NOVO ARCEBISPO DA PARAÍBA

»PF indicia pastor Silas Malafaia em inquérito da Operação Timóteo

»Evangélica quebra imagem de Nossa Senhora e causa revolta entre os católicos; Veja o vídeo

»Pastor Valdemiro Santiago, após sofrer facada no pescoço, pede doação de R$ 8 milhões a fiéis

»Igreja critica divulgação de suspeitas de pedofilia na Paraíba investigadas em segredo

»Dom Lucena envia mensagem de Natal ao povo de GBA e do Brejo

»Morre em São Paulo aos 95 anos o Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns

»Através de carta apostólica, Papa concede a padres decisão de perdoar quem comete abortos

»Pastor Alexandre, da Sara de GBA, será entrevistado por Fato a Fato

»Padre Adauto é criticado e elogiado por grupos de jovens nas redes sociais

 
 
 
Editorial do dia

Saída de Padilha resolve problema do governo

Osmar Serraglio não foi uma má escolha para o ministério da Justiça. O presidente Temer teve que se render ao PMDB e escolheu uma pessoa que não é marcada pela cumplicidade e por isso mesmo não agradou a uma ala do partido.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas