Publicidade
|
Política

EXCLUSIVO! Oposição vai entrar com ação para anular eleição da Câmara Municipal de Guarabira
07.01.2017 enviado às 15:47
Texto:
GUARABIRA (PB) – O vereador Saulo Fernandes (Saulo de Biu – PMDB), em conversa exclusiva com a editoria de Fato a Fato, revelou que a oposição deve mesmo entrar com pedido junto ao Ministério Público para anular a eleição do segundo biênio da Câmara Municipal de Guarabira.
 
Na eleição, o vereador Marcelo Bandeira (PSB) foi eleito presidente e Raimundo Macedo (PSDB) se elegeu vice. 
 
O principal argumento a ser apresentado pelos vereadores de oposição será o de que a eleição foi realizada em sessão solene, ferindo frontalmente o que determina o Regimento Interno da Câmara Municipal.
 
Segundo Saulo, para a eleição do segundo biênio ser legítima, teria de ser realizada em sessão ordinária ou extraordinária. “Como o pleito não atendeu ao que determina o Regimento Interno da Câmara, pode sim ser anulado”, afirmou.
 
- Estou conversando com Wilsinho, Zé Isma e Michele Paulino. Depois que ouvirmos as orientações do nosso assessor jurídico, aí sim tomaremos a decisão de entrar com a ação junto ao MP para anular a eleição do segundo biênio da Câmara Municipal – garantiu.
 
Saulo disse não ter nada contra Marcelo Bandeira nem Raimundo Macedo, no entanto as coisas têm de ser feitas dentro das normas regimentais, inclusive no Legislativo guarabirense. 
 
Fato a Fato entrou em contato com os outros vereadores da oposição e ouviu deles o seguinte: “o que for decidido em conjunto, haveremos de dar andamento”.
 
Da Redação/Fato a Fato
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Paulino tem apoios para comandar o PMDB da Paraíba, diz Os Guedes

»NOVA COLUNA! A. Santos escreve sobre Lula, pesquisas e golpistas

»Raniery comenta ‘indicação’ de Roberto Paulino para presidir PMDB da PB

»Temer adia visita à PB para 9 de março e terá RC e Cássio no palanque

»Aguinaldo Ribeiro é alvo de inquérito da Lava Jato no STF, diz Estadão

»Relator no TSE dará voto duro sobre cassação da chapa Dilma/Temer

»Raniery defende candidatura própria do PMDB ao Governo em 2018

»Aguinaldo recebe ligação de Temer e aceita liderança do Governo

»Peemedebista garante que Ricardo Coutinho se aliou a Michel Temer

»SENADO FEDERAL APROVA INDICAÇÃO DE ALEXANDRE DE MORAES COMO NOVO MINISTRO DO STF

 
 
 
Editorial do dia

Saída de Padilha resolve problema do governo

Osmar Serraglio não foi uma má escolha para o ministério da Justiça. O presidente Temer teve que se render ao PMDB e escolheu uma pessoa que não é marcada pela cumplicidade e por isso mesmo não agradou a uma ala do partido.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas