Publicidade
|
Esporte

Robinho não teme rejeição da torcida do Santos e espera definição do Galo
07.01.2017 enviado às 15:01
Texto:
SÃO PAULO (SP) - Além da dificuldade natural da negociação entre Santos e Atlético-MG pelo atacante Robinho, o Peixe e o próprio camisa 7 ainda tinham outras pendências que extrapolam o atual vínculo para que o jogador volte ao clube em 2017: a dívida que o Peixe tinha com o atacante por conta de sua passagem entre 2014 e 2015 e o receio da própria torcida santista quanto ao seu retorno à Vila.
 
O acerto de Robinho com o Galo gerou revolta nos torcedores, que chegaram até a pichar os muros do CT Rei Pelé como forma de protesto. Além disso, na primeira partida do Rei do Drible como adversário na Vila Belmiro, os santistas vaiaram a cada toque na bola do atacante. Às vésperas do duelo com o Galo, diversas imagens com a foto de Robinho em uma nota de dinheiro circularam nas redes sociais.
 
As duas questões, contudo, foram resolvidas no encontro entre o presidente Modesto Roma Júnior e a advogada do jogador, Marisa Alija. As partes entraram em acordo pelo pagamento da dívida e discutiram também a questão dos torcedores. Robinho e sua representante entendem que torcedor é passional e não colocam as vaias como um obstáculo nas negociações.
 
Agora, Modesto Roma se comprometeu a entrar em contato com Daniel Nepomuceno, presidente do Atlético-MG, e apresentar uma proposta concreta. Modesto e Marisa Alija até discutiram alguns valores superficialmente, mas entendem que o primeiro passo a ser dado é convencer o Galo, algo que não será fácil.
 
Ao portal Uol, Nepomuceno afirmou que Robinho é "inegociável". Nem isso, contudo, esfriou o interesse do Santos. O presidente santista ainda discutirá a possibilidade de contratar o camisa 7, que tem contrato até dezembro e multa de R$ 100 milhões de reais para clubes brasileiros.
 
A princípio, o Rei do Drible não interferirá nas conversas para nenhum dos lados. Ao mesmo tempo em que está feliz no Atlético-MG e é titular absoluto em Belo Horizonte, o jogador não fecha as portas para o clube que o revelou para o futebol e onde conquistou diversos títulos.
 
Do LanceNet
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Botafogo busca zagueiro e negocia empréstimo de Paulão, do Internacional de Porto Alegre

»Na caça de um volante, Atlético Mineiro está perto de contratar Elias, diz jornal

»Botafogo vence de virada e Atlético ganha do Sousa; veja classificação do Paraibano

»São Paulo vence Corinthians nos pênaltis, em jogo com briga e duas expulsões

»Diretoria do Flamengo encaminha acordo com a Globo para o Campeonato Carioca

»Morre aos 77 anos Carlos Alberto Silva, ex-treinador da Seleção Brasileira de Futebol

»Zé Ricardo acerta detalhes para amistoso do Fla contra o Vila Nova

»Corinthians despacha Fla, e Copinha terá campeão de São Paulo

»Tite convoca seleção apenas com 'brasucas' para amistoso contra a Colômbia

»Argentino Diego Maradona alfineta Pelé durante evento realizado na Itália

 
 
 
Editorial do dia

O atropelamento do agente de trânsito

Em João Pessoa, Capital do Estado da Paraiba, não se fala em outra coisa senão no inaceitável atropelamento seguido de morte do Agente de Trânsito, Diogo Nascimento, pelo executivo Rodolpho Carlos, na madrugada de sábado passado, ao fugir de uma Blitz.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Profº Jorge Lucena
Programa a Visão do Brasil
Mais Lidas