Publicidade
|
Esporte

Robinho não teme rejeição da torcida do Santos e espera definição do Galo
07.01.2017 enviado às 15:01
Texto:
SÃO PAULO (SP) - Além da dificuldade natural da negociação entre Santos e Atlético-MG pelo atacante Robinho, o Peixe e o próprio camisa 7 ainda tinham outras pendências que extrapolam o atual vínculo para que o jogador volte ao clube em 2017: a dívida que o Peixe tinha com o atacante por conta de sua passagem entre 2014 e 2015 e o receio da própria torcida santista quanto ao seu retorno à Vila.
 
O acerto de Robinho com o Galo gerou revolta nos torcedores, que chegaram até a pichar os muros do CT Rei Pelé como forma de protesto. Além disso, na primeira partida do Rei do Drible como adversário na Vila Belmiro, os santistas vaiaram a cada toque na bola do atacante. Às vésperas do duelo com o Galo, diversas imagens com a foto de Robinho em uma nota de dinheiro circularam nas redes sociais.
 
As duas questões, contudo, foram resolvidas no encontro entre o presidente Modesto Roma Júnior e a advogada do jogador, Marisa Alija. As partes entraram em acordo pelo pagamento da dívida e discutiram também a questão dos torcedores. Robinho e sua representante entendem que torcedor é passional e não colocam as vaias como um obstáculo nas negociações.
 
Agora, Modesto Roma se comprometeu a entrar em contato com Daniel Nepomuceno, presidente do Atlético-MG, e apresentar uma proposta concreta. Modesto e Marisa Alija até discutiram alguns valores superficialmente, mas entendem que o primeiro passo a ser dado é convencer o Galo, algo que não será fácil.
 
Ao portal Uol, Nepomuceno afirmou que Robinho é "inegociável". Nem isso, contudo, esfriou o interesse do Santos. O presidente santista ainda discutirá a possibilidade de contratar o camisa 7, que tem contrato até dezembro e multa de R$ 100 milhões de reais para clubes brasileiros.
 
A princípio, o Rei do Drible não interferirá nas conversas para nenhum dos lados. Ao mesmo tempo em que está feliz no Atlético-MG e é titular absoluto em Belo Horizonte, o jogador não fecha as portas para o clube que o revelou para o futebol e onde conquistou diversos títulos.
 
Do LanceNet
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Raposa empata com Náutico e é líder provisória do Grupo A da Copa do Nordeste 2017

»Ex-médico da Seleção Americana já soma 81 acusações de abuso sexual

»Com um a menos, Corinthians supera erro do árbitro e derrota o Palmeiras

»Preparador acredita que ainda é cedo para Fabuloso estrear contra o Flamengo

»Lucas Pratto faz dois, pênalti compensa falhas e São Paulo vence São Bento

»Com arrecadação em jogo, Flamengo critica proibição de venda de mando de campo

»Vítima de racismo na Sérvia, brasileiro critica rivais: "Não pediram para parar"

»Rogério Micale é demitido pela CBF e não comanda mais a Seleção sub-20

»Flamengo vence o Madureira, segue 100% e pega o Vasco na semi do Campeonato Carioca

»Auto Esporte vence Treze por 2 a 1 no Campeonato Paraibano; Internacional e Atlético empatam na rodada

 
 
 
Editorial do dia

Estilo Neide de Teotônio

Presume-se não ser apenas pelo sobrenome, mas o estilo de administrar o Poder Legislativo guarabirense da atual presidenta Neide de Teotônio tem sido pautado por mais elogios que críticas veladas, tanto da parte dos servidores da Casa quanto dos parlamentares.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas