Publicidade
|
Policial

Vigilante é achado morto dentro da escola onde trabalhava em Campina Grande
07.01.2017 enviado às 14:48
Texto:
Vítima teria sido assassinada dentro da escola (Imagem: Da Net)
CAMPINA GRANDE (PB) - O vigilante Fabiano Menino de Sousa Júnior, de 27 anos, foi achado morto na escola pública onde trabalhava, na madrugada deste sábado (7), em Cuités, na cidade de Campina Grande.
 
A polícia disse que o corpo foi achado depois que moradores da vizinhança ouviram tiros e acionaram a PM. Durante rondas, os policiais acharam a escola com portas abertas e encontraram o vigilante morto.
 
A suspeita é de que o criminoso tenha usado uma pedra para quebrar a janela da biblioteca onde o vigilante estava. Logo depois, o bandido já teria atirado para matar a vítima, que teria sido pega de surpresa.
 
Segundo a polícia, a arma dele e alguns pertences foram roubados, o que pode caracterizar o caso como latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Porém, a polícia adiantou que o crime não está esclarecido e que ainda não há suspeitos.
 
Do Portal Correio
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Universitários são detidos cultivando maconha em jarros dentro de condomínio em JP

» MAIS VIOLÊNCIA NA PB! Suspeito de tráfico executado em CG; Homem é morto com tiros em Umbuzeiro

»Dois homens são assassinados a tiros em cidades do Agreste da PB

»Homem tenta assassinar ex-companheira a tiros e depois se mata, em CG

»PARAÍBA VIOLENTA! Bando invade casa, mantém idosas reféns e ainda tentam estuprar vítima

»MAIS VIOLÊNCIA E INSEGURANÇA NO BREJO! Bananeiras registra terceiro homicídio em apenas oito dias

»Hóspedes são rendidos e têm R$ 25 mil em joias roubados em pousada na PB

»Idoso é preso suspeito de abusar da neta de 12 anos desde quando ela tinha 4, na PB

»MAIS VIOLÊNCIA! Adolescente é morto a tiros em ônibus enquanto voltava do bloco 'Virgens de Tambaú', em JP

»Dois homens são assassinados a tiros em cidades do Agreste da Paraíba

 
 
 
Editorial do dia

Estilo Neide de Teotônio

Presume-se não ser apenas pelo sobrenome, mas o estilo de administrar o Poder Legislativo guarabirense da atual presidenta Neide de Teotônio tem sido pautado por mais elogios que críticas veladas, tanto da parte dos servidores da Casa quanto dos parlamentares.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas