Publicidade
|
Policial

Vigilante é achado morto dentro da escola onde trabalhava em Campina Grande
07.01.2017 enviado às 14:48
Texto:
Vítima teria sido assassinada dentro da escola (Imagem: Da Net)
CAMPINA GRANDE (PB) - O vigilante Fabiano Menino de Sousa Júnior, de 27 anos, foi achado morto na escola pública onde trabalhava, na madrugada deste sábado (7), em Cuités, na cidade de Campina Grande.
 
A polícia disse que o corpo foi achado depois que moradores da vizinhança ouviram tiros e acionaram a PM. Durante rondas, os policiais acharam a escola com portas abertas e encontraram o vigilante morto.
 
A suspeita é de que o criminoso tenha usado uma pedra para quebrar a janela da biblioteca onde o vigilante estava. Logo depois, o bandido já teria atirado para matar a vítima, que teria sido pega de surpresa.
 
Segundo a polícia, a arma dele e alguns pertences foram roubados, o que pode caracterizar o caso como latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Porém, a polícia adiantou que o crime não está esclarecido e que ainda não há suspeitos.
 
Do Portal Correio
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»MAIS VIOLÊNCIA! Vigilante é morto e 4 são baleados em assalto com tiroteio em hipermercado

»Acidente com moto deixa uma vítima fatal entre Pirpirituba e Belém

»Funcionários do Detran cobram prisão do suspeito de matar agente; enterro será nesta segunda-feira

»Homem é morto com facada no peito na cidade de Solânea; Vítima tinha passagem pela polícia

»Juíza decreta prisão do acusado de atropelar agente de trânsito em JP

»Polícia Militar entra em Alcaçuz para erguer muro de contêineres e separar presos

»Dupla invade hospital e rouba celulares de pacientes e funcionários, na Paraíba

»Policia apreende arma e drogas após troca de tiros no bairro 13 de maio

»Empresária é presa suspeita de golpe de R$ 100 mil em pacotes turísticos, em João Pessoa

»Operação prende quadrilha especializada em roubos de gado, residências e motos

 
 
 
Editorial do dia

O atropelamento do agente de trânsito

Em João Pessoa, Capital do Estado da Paraiba, não se fala em outra coisa senão no inaceitável atropelamento seguido de morte do Agente de Trânsito, Diogo Nascimento, pelo executivo Rodolpho Carlos, na madrugada de sábado passado, ao fugir de uma Blitz.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Profº Jorge Lucena
Programa a Visão do Brasil
Mais Lidas