Publicidade
|
Mundo

Morre ex-presidente de Portugal Mario Soares, aos 92 anos
07.01.2017 enviado às 12:55
Texto:
Socialista morreu aos 92 anos de idade (Imagem: Da Net)
LISBOA (PORTUGAL) - Mário Soares, ex-presidente de Portugal, morreu neste sábado (7) aos 92 anos, segundo afirmou à agência France Presse um porta-voz do hospital em que ele estava.
 
De acordo com a Agência Lusa, Soares estava no Hospital da Cruz Vermelha de Lisboa. A agência EFE afirmou que ele estava internado desde 13 de dezembro.
 
Histórico dirigente socialista com quatro décadas de atividade política, Mario Soares foi presidente de Portugal entre 1986 e 1996 e ocupou o cargo de primeiro-ministro em duas ocasiões.
 
Ele também que contribuiu para a instauração da democracia em 1974 e para a integração europeia do país.
 
Fundador do Partido Socialista português, também foi ministro das Relações Exteriores e deputado europeu.
 
Do G1
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Papa doa 15 mil euros para agricultor atingido por terremoto

»Trump critica FBI e diz que agência é 'incapaz' de conter vazamentos de informação

»Cientistas descobrem planetas com tamanhos parecidos ao da Terra

»Queda de avião em shopping deixa 5 mortos na Austrália

»EUA deportam primeiros cubanos que chegam de avião após fim de política especial

»Ensaio sobre vida extraterrestre escrito por Winston Churchill é descoberto nos EUA

»O mistério das 25 toneladas de dinheiro venezuelano encontradas no Paraguai

»Advogado de aeroviária boliviana acusada no caso da Chapecoense morre em audiência

»Neonazistas serão julgados por ataques a imigrantes, mulheres e gays na Argentina

»Rússia pode devolver Snowden aos EUA como 'presente' para Trump

 
 
 
Editorial do dia

Estilo Neide de Teotônio

Presume-se não ser apenas pelo sobrenome, mas o estilo de administrar o Poder Legislativo guarabirense da atual presidenta Neide de Teotônio tem sido pautado por mais elogios que críticas veladas, tanto da parte dos servidores da Casa quanto dos parlamentares.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas