Publicidade
|
Política

Lira ratifica apoio a Ricardo, mas descarta saída do PMDB e racha
05.01.2017 enviado às 16:22
Texto:
Governador Ricardo Coutinho e o senador Raimundo Lira (Imagem: Da Net)
JOÃO PESSOA (PB) - O senador Raimundo Lira (PMDB) declarou, nesta quinta-feira (5), que continuará apoiando o projeto político do governador Ricardo Coutinho (PSB).
 
Em entrevista ao Correio Debate, da 98 FM, Lira disse que não vê “nenhuma infração” em apoiar Ricardo Coutinho, pois o governador é do PSB, partido que integra a base politico do presidente Michel Temer (PMDB).
 
Raimundo Lira considerou ainda que a decisão do PMDB em apoiar Luciano Cartaxo (PSD) em João Pessoa não significa um “racha político”, pois o prefeito também faz parte de um partido que compõe o bloco de alianças do governo federal.
 
Ainda durante a entrevista, Lira rebateu especulações de mudança de partido e disse que não tem nenhuma pretensão de deixar o PMDB.
 
“Eu não tenho o maior desejo ou vontade de sair do PMDB.  Sou muito respeitado pelo PMDB  do qual eu faço parte da executiva  nacional”, afirmou.
 
Lira confirmou sua  pretensão de concorrer à reeleição em 2018 para poder dar continuidade ao trabalho de captação de recursos federais para obras na Paraíba, a exemplo da terceira faixa da BR-230, em João Pessoa.
 
Por Roberto Targino – MaisPB
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Deputado diz que dobradinha com Camila Toscano está foram de discussão

»Roberto Paulino defende nome de Raimundo Lira para 2018

»Deputado Raniery Paulino fica surpreso com apoio de Toscano

»Presidente da ALPB é contra reforma da Previdência e da lista fechada

»Rômulo é chamado de "golpista" em evento no interior da PB; Veja vídeo

»Dirigente do PMDB de GBA lança chapa Cartaxo/Raniery para 2018

»Nelson Jobim diz que direita não pode impedir candidatura de Lula

»Cassio e Maranhão tentam na esfera jurídica cassar RC, diz blog do WS

»Prefeito de Guarabira admite dobradinha com Paulinos para 2018

»Na reunião do PMDB, Raniery vai defender projeto próprio para 2018

 
 
 
Editorial do dia

A partida de Marcelo, o “dom” da serenidade

Um engasgo na hora do jantar matou ontem à noite o arcebispo emérito da Paraíba, Dom Marcelo Cavalheira, de 88 anos, aquele em quem nunca faltaram palavras para pregar o amor, a paz e a tolerância entre os homens.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas