Publicidade
|
Política

EXCLUSIVO! Fátima também quer PMDB disputando Governo em 2018
05.01.2017 enviado às 13:28
Texto:
Ex-prefeita de Guarabira, Fátima Paulino (Imagem: Da Net)
GUARABIRA (PB) – A ex-prefeita do município de Guarabira, Fátima Paulino, falando com exclusividade para Fato a Fato, também defende que o seu partido, o PMDB, lance candidatura própria ao Governo do Estado nas eleições de 2018. 
 
Para Fátima, o partido tem excelentes quadros, a exemplo de José Maranhão e Raimundo Lira. “O PMDB é forte. Embora seja cedo, defendemos candidatura própria. Temos dois senadores. Mas vamos aguardar os acontecimentos, pois o País, de uma forma geral, ainda está indefinido”, ressaltou a ex-gestora.
 
Fátima comunga com ideia do filho, o deputado Raniery Paulino em relação ao destino do PMDB para 2018.
 
Com referência ao PMDB da Paraíba, o presidente do partido está, atualmente, aliado ao PSDB e ao PSD para, futuramente, lançar o nome de Luciano Cartaxo ao Governo do Estado.
 
Já o senador Raimundo Lira é aliado do governador Ricardo Coutinho (PSB).
 
Da Redação/Fato a Fato
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Raimundo Lira discute com peemedebista e é chamado de "zero votos"

»Cássio ainda não decidiu sobre candidatura ao governo em 2018

»Deputado Raniery Paulino nega apoiar divisão no PMDB da PB

»Raniery elogia articulação de Lira e destaca aproximação de RC com Temer

»Wilsinho promete grande projeto para a classe estudantil de Guarabira

»Vereador Renato Meireles participa da procissão de São Sebastião

»RC diz que adversários queriam o pior e hoje pegam carona na Transposição

»Juiz de Brasília impede deputado de disputar reeleição a Câmara Federal

»Maranhão minimiza força de Lira e diz que se for convocado pode disputar Governo

»Deputado Raniery Paulino diz que não vê o senador José Maranhão fora da presidência do PMDB-PB

 
 
 
Editorial do dia

A escolha dos sucessores

O STF não terá que decidir apenas o futuro da Lava Jato, mas nesta semana deve se pronunciar sobre a sucessão na Câmara dos Deputados, onde três candidatos disputam a cobiçada posição de 2° na linha sucessória da Presidência da República. Ao eleger seu novo Presidente, o Senado também estará indicando o 3° nessa ordem, mas sem confronto.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Profº Jorge Lucena
Programa a Visão do Brasil
Mais Lidas