Publicidade
|
Cidades

Cavalo vai à velório de dono e comove população de Cajazeiras
04.01.2017 enviado às 23:15
Texto:
Cavalo de Wagner se deitou próximo a seu caixão (Imagem: Diário do Sertão)
 
CAJAZEIRAS (PB) - Foi sepultado na manhã desta terça-feira (3), o funcionário da prefeitura de Cajazeiras, Wagner de Lima Figueiredo, 34 anos. Ele faleceu nessa segunda-feira (2), em um hospital de Mossoró, no Estado do Rio Grande do Norte. O jovem era funcionário do PEVA e recebeu homenagens dos colegas.
 
O corpo de Wagner foi velado no memorial São Sebastião e sepultado no cemitério Coração de Jesus, Zona Leste de Cajazeiras.
 
Amante da vaquejada, o funeral foi marcado por homenagens de amigos vaqueiros e seu cavalo foi levada para despedida do dono.
 
Inconsolada, a família lamentou a perda prematura do cajazeirense e deu o último adeus a Wagner com muita dor.
 
Do Wscom com Diário do Sertão
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Prefeita comemora início da Festa de São Sebastião em Pilõezinhos

»Renato Toscano será o líder da bancada de situação na CM de Guarabira

»Prefeitura de Serra da Raiz prepara festa de emancipação política; Prefeita anuncia show com Alcimar Monteiro

»Neide de Teotônio implanta primeiras medidas na CMG; Veja quais foram

»Prefeita de Mamanguape encontra frota de veículos sucateada; Veja fotos

»Professora leva espiritualidade e educação aos detentos da Cadeia de Belém através da Pastoral Carcerária

»Prefeito Totó Ribeiro renegocia dívida e energia é religada na Prefeitura de Curral de Cima

»PILÕEZINHOS! Prefeita puxa faxina de repartição e cobra ajuda de todos

»'Nova grávida de Taubaté' coloca a PB entre os destaques da internet

»Jerfferson se elege como um dos vereadores mais votados de Alagoinha

 
 
 
Editorial do dia

Luís Pequinês, um guarabirense

Luís Paiva, antes de ser um guarabirense que se tornou conhecido e sem dúvida será lembrado por muito tempo, foi um nordestino que, como tantos outros, resolveu cedo buscar no “sul maravilha" as oportunidades negadas, por certo, em sua terra natal.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Profº Jorge Lucena
Programa a Visão do Brasil
Mais Lidas