Publicidade
|
Cidades

Posse de Mônica em Pilõezinhos é marcada por energia cortada na sede da Prefeitura e anúncio de secretários
02.01.2017 enviado às 12:56
Texto:
Antes de adentrar a sede da PM de Pilõezinhos Mônica já encontrou o prédio sem energia elétrica (Imagem: Da Net)
PILÕEZINHOS (PB) - A posse da prefeita Mônica Cristina (PSDB) foi marcada pelo corte do fornecimento de energia elétrica no prédio da Prefeitura Municipal. Os primeiros instantes na sede da edilidade foi à luz de velas. Fato criticado por todos os presentes.
 
“É lamentável o que a gestão anterior deixou como herança. Nem a energia da Prefeitura está em dia e tivemos que tomar posse à luz de velas”, desabafou Mônica.
 
O Secretário de Administração, Neto Mendes, informou que na sala das finanças apenas contas a pagar foram encontradas e a frota de veículos está bastante precária.
 
Em seu discurso de posse, a prefeita Mônica assegurou que o corte de energia da Prefeitura será um filme do passado.
 
Já empossada, a prefeita de Pilõezinhos prometeu tratamento igualitário com a população e um relacionamento institucional com a Câmara de Vereadores. 
 
Após a posse, Mônica anunciou os secretários que a ajudarão administrar o município.
 
NOVOS SECRETÁRIOS:
 
 
Do Portal25Horas com Fato a Fato
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Raniery pede a CEHAP solução para o conjunto dos radialistas de Guarabira

»Em açude seco, fiéis apelam à Santa por chuva no Cariri da PB

»Jovem cria vaquinha on-line para ajudar dono de ônibus incendiado

»Prefeitura da Baía da Traição decide cobrar por estacionamento durante o carnaval; Medida encontra resistência de turistas

»CM de Araçagi realiza primeria sessão e debate temas em favor do povo

»Ônibus que transporta universitários de GBA a JP pega fogo na BR-230

»Jean Gomes se recupera e deve receber alta médica ainda essa semana

»CMG debate reforma da Previdência Social; Iniciativa foi de Macelo Bandeira

»Prefeita de Pilõezinhos participa de Pacto pelo Desenvolvimento Social da PB

»Michel quer recuperação asfáltica do Posto Frei Damião até a Rádio Cultura

 
 
 
Editorial do dia

Foro privilegiado

Foi o STF que considerou ilegais doações empresariais em campanhas, que reconheceu a união homoafetiva como “unidade familiar”, que descriminalizou aborto nos três primeiros meses de gestação, que estabeleceu corte de ponto de servidores públicos em greve,que aprovou prisão após condenação em 2ª grau, que reconheceu dupla paternidade de filhos adotados (dos pais biológicos e afetivos), que proibiu veto a tatuados em concursos...

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas