Publicidade
|
Política

Neide de Teotônio é eleita presidente da CM de GBA para primeiro biênio
02.01.2017 enviado às 11:47
Texto:
Vereadora Neide de Teotônio, eleita presidente da CMG (Imagem: Portal Independente)
GUARABIRA (PB) - A vereadora Josineide Assunção (Neide de Teotônio - PPS) foi eleita presidente da Câmara de Guarabira em eleição realizad na tarde deste domingo (1). A parlamentar fica a frente da Presidência da casa para o biênio 2017/2018. A chapa de Neide, composta com Michel do Empenho como vice-presidente, Tiago do Mutirão como primeiro secretário e Marco de Enoque como segundo secretário, obteve onze votos. 
 
Os  vereadores Zé Ismai, Michele Paulino, Wilsinho e Saulo de Biu, mesmo estando presentes à sessão de posse dos parlamentares, se abstiveram de votar.
 
Neide, eleita vereadora pela primeira vez, agradeceu os votos dos seus colegas, disse que vai presidir a Câmara para todos, indistintamente, sem olhar questão de partido.
 
“Graças a Deus me dou muito bem com todos e quero agradecer a todos. Parabenizo os meus colegas vereadores que tomaram posse hoje aqui e vamos pedir aos céus sabedoria para conduzir os trabalhos da Câmara para que Guarabira se orgulhe dos vereadores que elegeu”, disse.
 
Do Portal Independente com Fato a Fato
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Deputado diz que dobradinha com Camila Toscano está foram de discussão

»Roberto Paulino defende nome de Raimundo Lira para 2018

»Deputado Raniery Paulino fica surpreso com apoio de Toscano

»Presidente da ALPB é contra reforma da Previdência e da lista fechada

»Rômulo é chamado de "golpista" em evento no interior da PB; Veja vídeo

»Dirigente do PMDB de GBA lança chapa Cartaxo/Raniery para 2018

»Nelson Jobim diz que direita não pode impedir candidatura de Lula

»Cassio e Maranhão tentam na esfera jurídica cassar RC, diz blog do WS

»Prefeito de Guarabira admite dobradinha com Paulinos para 2018

»Na reunião do PMDB, Raniery vai defender projeto próprio para 2018

 
 
 
Editorial do dia

A partida de Marcelo, o “dom” da serenidade

Um engasgo na hora do jantar matou ontem à noite o arcebispo emérito da Paraíba, Dom Marcelo Cavalheira, de 88 anos, aquele em quem nunca faltaram palavras para pregar o amor, a paz e a tolerância entre os homens.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas