Publicidade
|
Brasil

CHACINA EM SÃO PAULO! Doze pessoas são mortas durante festa de réveillon em Campinas
01.01.2017 enviado às 10:13
Texto:
Família foi morta durante festa de ano novo (Imagem: José Braz/ EPTV)
CAMPINAS (SP) - Doze pessoas foram assassinadas em uma chacina na virada do ano, entre a noite deste sábado (31) e a madrugada deste domingo (1º), durante uma confraternização de família, em Campinas (SP). Outras quatro ficaram feridas e encaminhadas para os hospitais Mário Gatti e Celso Pierro.
 
Segundo a Polícia Militar, um homem matou a ex-esposa, o filho de 8 anos e familiares durante a festa de réveillon na casa da família, pouco antes da meia-noite. Em seguida, o atirador se matou.
 
Uma testemunha disse que ficou em dúvida se eram fogos ou tiros. "Ouvimos barulho de tiro, ficamos na dúvida se eram tiros ou fogos, isso era umas quatro pra meia-noite", afirma o analista financeiro Cristiano Machado. Ele e a família socorreram uma das vítimas do atirador. 
 
Vítimas
 
A lista com os nomes das vítimas não foi divulgada pela polícia, mas entre elas estão nove mulheres, uma criança e dois homens.
 
O autor do crime estava em processo de separação da esposa, ainda segundo a PM. O crime ocorreu na Rua Pompílio Morandi, na Vila Prost de Souza, próximo ao Shopping Unimart.
 
Do G1
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Acadêmicos do Tatuapé é a campeã do carnaval 2017 de SP

»Acidente em carro da Escola de Samba Unidos da Tijuca deixa 12 feridos no Rio de Janeiro

»Há espetacularização e arbitrariedades na Lava Jato, diz Nelson Jobim

»Mulher ferida em acidente na Sapucaí respira por aparelhos

»Acidente grave deixa feridos no desfile da Paraíso do Tuiuti

»Caetano participa de show no pelourinho e público puxa fora Temer

»Ministro do Supremo Tribunal Federal manda soltar goleiro Bruno

»Câmara denuncia violação dos Direitos Humanos de Lula à ONU

»Yunes afirma que Temer sabia que ele foi usado por Padilha como mula

»Ex-presidente da República pede que STJ afaste Sérgio Moro de seu processo na Lava-Jato

 
 
 
Editorial do dia

Saída de Padilha resolve problema do governo

Osmar Serraglio não foi uma má escolha para o ministério da Justiça. O presidente Temer teve que se render ao PMDB e escolheu uma pessoa que não é marcada pela cumplicidade e por isso mesmo não agradou a uma ala do partido.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas