Publicidade
|
Mundo

Polícia apura se carro e corpo achados no Rio de Janeiro são de embaixador grego
30.12.2016 enviado às 02:46
Texto:
Veículo foi achado incendiado e com um corpo no seu interior (Imagem: G1)
RIO DE JANEIRO (RJ) - Um carro com um corpo dentro foi encontrado queimado, no fim da tarde desta quinta-feira (29), no entorno do Arco Metropolitano, em um dos acessos a Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Segundo a polícia, o veículo tem a placa e as mesmas características do que foi alugado pelo embaixador da Grécia no Brasil, Kyriakos Amiridis, desaparecido desde a noite de segunda-feira (26).
 
A polícia suspeita que o corpo encontrado seja o do diplomata de 59 anos, como informou a repórter Bette Lucchese no RJTV. Somente um exame vai poder confirmar. O corpo já foi levado para o Instituto Médico Legal de Nova Iguaçu.
 
Segundo a Polícia Civil, Amiridis foi visto pela última vez no Centro de Nova Iguaçu. De acordo com a Embaixada da Grécia, o embaixador mora em Brasília, estava de férias e foi para o Rio passar as festas de fim de ano.
 
A mulher de Amiridis comunicou o desaparecimento na quarta-feira (28), já que não conseguia contato com o marido desde segunda-feira (26).
 
No dia do sumiço, por volta das 20h, o embaixador estava em um apartamento no Centro de Nova Iguaçu quando ligou para a mulher, que estava num shopping. A esposa contou aos policiais que ele disse a ela que sairia, mas não avisou para onde.
 
Amiridis, então, pegou o carro, que era alugado, e saiu. A polícia acredita que ele tenha ido em direção ao Rio.
 
Por enquanto, a polícia não descarta nenhuma linha de investigação, mas, segundo o delegado Evaristo Magalhães, da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, sequestro é a hipótese menos provável.
 
Isso porque, segundo o delegado, não houve nenhum contato com a família do embaixador para pedir resgate. A polícia já realizou diligências, recolheu imagens de câmeras e solicitou informações de consumo, como cartões de créditos e uso celular a bancos e operadoras.
 
Amiridis foi cônsul-geral da Grécia no Rio entre 2001 a 2004. Em janeiro deste ano, assumiu o posto de embaixador da Grécia no Brasil.
 
A polícia pede para quem tiver informação que auxilie na localização para entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cidadão pelos telefones (21) 2334-8823 e 2334-8835 ou pelo chat no site https://cacpcerj.pcivil.rj.gov.br.
 
Do G1
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»De olho nas eleições, serviço de inteligência da Alemanha recruta hackers

»VÍDEO! Bebê macaco chora sobre corpo da mãe atropelada e morta

»Apaixonados, mãe e filho são condenados por incesto no Estado do Novo México nos EUA

»FBI investiga eventual interferência da Rússia na campanha presidencial dos EUA

»Imprensa internacional repercute operação Carne Fraca no Brasil

»Explosão de carta-bomba no Escritório do FMI em Paris deixa 1 ferido

»Sexta mulher é atacada com ácido em Berlim, na Alemanha

»TRAGÉDIA! Sobe para 50 o número de pessoas de mortas em deslizamento de lixo na Etiópia

»Motorista de ônibus atropela e mata 34 e foge de acidente no Haiti

»Mulher corta pênis do marido após recusa de sexo

 
 
 
Editorial do dia

Muita política, poucos resultados

Não fosse Francisco Sarmento um dos mais respeitados especialistas em recursos hídricos do País, conhecedor profundo do projeto da transposição do São Francisco do qual foi consultor, seria difícil acreditar na avaliação que fez em entrevista a Hermes de Luna, no “Debate” da TV Correio: por conta de problemas na obra, e mantido o atual ritmo de liberação, as águas só chegarão a Campina em cinco anos.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas