Publicidade
|
Paraíba

Ricardo nomeia Fábio Maia, Nonato Bandeira, Denise Albuquerque e Ana Cláudia para secretarias
30.12.2016 enviado às 00:21
Texto:
JOÃO PESSOA (PB) A edição do Diário Oficial desta sexta-feira (30) publicada na versão on line, na noite de hoje, quinta-feira (29), ratificou as especulações sobre a mudança na equipe de secretários do governador Ricardo Coutinho e trouxe as nomeações do jornalista Nonato Bandeira (PPS), da esposa do deputado Veneziano, Ana Cláudia Vital (PMDB) e também da prefeita de Cajazeiras, Denise Albuquerque para figurar no1º e 2º escalão da gestão estadual.
 
Nonato Bandeira, que encerra o mandato de vice prefeito da Capital, agora é o novo Chefe de Gabinete do governador Ricardo Coutinho.
 
Ana Cláudia, que há pouco tempo atrás estava à frente da Coordenação da Funasa na Paraíba, assume a Secretaria Executiva da Casa Civil do governador.
 
Fábio Maia, que estava na chefia de gabinete, ficará a frente da secretaria executiva de Planejamento Orçamento e Gestão.
 
Já a prefeita derrotada de Cajazeiras será a nova secretária executiva da Secretaria de Estado e Desenvolvimento Humano.
 
Ela é a maior novidade, já que ninguém esperava que a nomeação dela acontecesse antes mesmo do final do mandato à frente da prefeitura da cidade.
 
Do PB Agora
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»GOVERNADOR INICIA PRIVATIZAÇÃO DA CAGEPA E ESPERA APURAR R$ 1 BILHÃO, DIZ O GLOBO

»Gervásio recebe comitiva do MP e ressalta diálogo entre instituições

»INATIVOS DA PM DENUNCIAM: "NUNCA FOMOS TÃO MASSACRADOS E HUMILHADOS QUANTO PELO GOVERNADOR DA PB"

»RC sanciona lei de segurança a bancos da PB; caixas deverão ter vigilantes

»Volta do parlatório da ALPB vira 'Fora Temer' em protesto contra reformas

»Presidente da ALPB destaca reabertura do Parlamento do Povo em ato pelos trabalhadores

»RICARDO COUTINHO AUTORIZA OBRAS DE ADUTORA DE DIAMANTE E INAUGURA ESTRADA EM CONCEIÇÃO

»NO SERTÃO! MORADORES FECHAM RODOVIA PARA IMPEDIR PASSAGEM DO GOVERNADOR RICARDO COUTINHO

»Deputados querem destravar CPIs para investigar 'fio preto' da Energisa

»Dezoito deputados são a favor da instalação da CPI da Energisa na ALPB

 
 
 
Editorial do dia

Foro privilegiado

Foi o STF que considerou ilegais doações empresariais em campanhas, que reconheceu a união homoafetiva como “unidade familiar”, que descriminalizou aborto nos três primeiros meses de gestação, que estabeleceu corte de ponto de servidores públicos em greve,que aprovou prisão após condenação em 2ª grau, que reconheceu dupla paternidade de filhos adotados (dos pais biológicos e afetivos), que proibiu veto a tatuados em concursos...

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas