Publicidade
|
Brasil

OPINIÃO! Professor quer A Voz do Brasil em horário nobre na Tv
30.12.2016 enviado às 00:05
Texto:
Programa a Visão do Brasil
 
A importância da informação e de como ela é tratada nos dias de hoje, é indiscutivelmente de muita importância para a nossa sociedade moderna, é através de uma informação bem ou mal propagada por um grande meio de comunicação, que de um modo geral, pode-se conservar, ou modificar totalmente a forma de pensar de um povo ou região do País.
 
E diante de tão grande poder de influência direta na forma de pensar e agir de um povo, que surgi à necessidade de consumo de uma informação clara, objetiva e principalmente imparcial, de uma imparcialidade originária da independência dos atuais monopólios da comunicação Brasileira. Estou referindo-me ao programa radiofônico à voz do Brasil, que vai ao ar todos os dias, por volta das 19h por cerca de uma hora, mostrando a população Brasileira os bastidores e todas as informações ligadas a política nacional, além das ações dos poderes executivo, legislativo e judiciário federal.
 
Devido ao grande alcance adquirido pela televisão e a internet nos dias de hoje, que lançamos a proposta de um projeto lei que faça da televisão de hoje, mais um meio de propagação da informação, referente à política nacional, sabemos que já existem canais fechados que também são conhecidos como “Por assinatura”, que produzem durante 24 horas informações da política em Brasília, como é o caso da tevê plenário, no entanto, esse meio jamais alcançara aquele público assalariado inteligente, que precisa ser informado sobre os acontecimentos da política interna do País.
 
Fica registrada a ideia da implantação do programa “A VISÃO DO BRASIL”, como proposta de transmissão pela televisão, em horário nobre e a nível nacional do atual programa “A VOZ DO BRASIL”, possibilitando dessa forma um canal de informação da política nacional acessível a todos os Brasileiros, independente de sua condição econômica, informando de forma imparcial à realidade da política nacional, com suas conquistas e derrotas, sem a interferência, nem tão pouco, a manipulação dos grandes monopólios da comunicação.
 
Autor: Jorge Lucena dos Santos (professor, articulista de Fato a Fato)
 
O artigo do Professor Jorge está publicado em sua coluna no Fato a Fato
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Justiça concede prisão domiciliar a detentos após massacre em RR

»Temer proíbe Marcela de dar entrevistas, diz colunista Lauro Jardim

»Assessor de Temer "cai" após pedir mais chacinas em presídios; Fontes dizem que ele foi demitido

»Secretário nacional da Juventude diz que 'tinha era que matar mais' nos presídios

»HOJE DE MADRUGADA! Pelo menos 33 presos são mortos na maior penitenciária de Roraima

»Deputado federal de São Paulo propõe lei contra o "aumento de masturbação" na Internet

»FOTOS DOS CORPOS! Rebelião em presídio de Manaus chega ao fim com 60 mortes, diz governo do AM

»CHACINA EM SÃO PAULO! Doze pessoas são mortas durante festa de réveillon em Campinas

»Mulher de embaixador grego confessa participação em crime; Polícia pede prisão da embaixatriz

»Mandala: Juiz diz que “quem for identificado nas redes sociais provavelmente será indiciado”

 
 
 
Editorial do dia

Luís Pequinês, um guarabirense

Luís Paiva, antes de ser um guarabirense que se tornou conhecido e sem dúvida será lembrado por muito tempo, foi um nordestino que, como tantos outros, resolveu cedo buscar no “sul maravilha" as oportunidades negadas, por certo, em sua terra natal.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Profº Jorge Lucena
Programa a Visão do Brasil
Mais Lidas