Publicidade
|
Brasil

Paraibano pede Marília Mendonça em casamento e cantora aceita
26.12.2016 enviado às 23:33
Texto:
Empresário e a cantora Marília Mendonça (Imagem: Da Net)
RIO DE JANEIRO (RJ) - O empresário paraibano, Ylgnir Ângelo, pediu a mão da cantora sertaneja, Marília Mendonça, em casamento. O pedido aconteceu na noite deste sábado (24), véspera de natal.
 
Marília revelou o noivado em sua conta no Instagram e demonstrou muita felicidade com a surpresa. Na imagem, aparecem as alianças e um bolo com as iniciais do casal.
 
“Ufa, quanta emoção nesse Natal, quanta surpresa, quanta gratidão, mas a maior de todas foi essa! Eu estou sem palavras até agora e só sei dizer sim, sim, meu noivo! Eu te amo! Obrigada pela surpresa, não de hoje, mas pela surpresa de ter aparecido na minha vida”, disse.
 
Do MaisPB
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Justiça concede prisão domiciliar a detentos após massacre em RR

»Temer proíbe Marcela de dar entrevistas, diz colunista Lauro Jardim

»Assessor de Temer "cai" após pedir mais chacinas em presídios; Fontes dizem que ele foi demitido

»Secretário nacional da Juventude diz que 'tinha era que matar mais' nos presídios

»HOJE DE MADRUGADA! Pelo menos 33 presos são mortos na maior penitenciária de Roraima

»Deputado federal de São Paulo propõe lei contra o "aumento de masturbação" na Internet

»FOTOS DOS CORPOS! Rebelião em presídio de Manaus chega ao fim com 60 mortes, diz governo do AM

»CHACINA EM SÃO PAULO! Doze pessoas são mortas durante festa de réveillon em Campinas

»Mulher de embaixador grego confessa participação em crime; Polícia pede prisão da embaixatriz

»OPINIÃO! Professor quer A Voz do Brasil em horário nobre na Tv

 
 
 
Editorial do dia

Luís Pequinês, um guarabirense

Luís Paiva, antes de ser um guarabirense que se tornou conhecido e sem dúvida será lembrado por muito tempo, foi um nordestino que, como tantos outros, resolveu cedo buscar no “sul maravilha" as oportunidades negadas, por certo, em sua terra natal.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Profº Jorge Lucena
Programa a Visão do Brasil
Mais Lidas