Publicidade
|
Religião

REALIDADE DA PB - Policial da PRF é assassinado a tiros em JP
26.07.2016 enviado às 16:30
Texto:
Vítima morreu no local e não chegou a ser socorrida (Imagem: O Cabuloso)
JOÃO PESSOA (PB) - Um policial aposentado da Polícia Rodoviária Federal foi assassinado a tiros na noite desta segunda-feira (25), na avenida Nossa Senhora de Fátima, no bairro da Torre, em João Pessoa. Antônio Carlos Maciel Pontes, 55 anos, atualmente trabalhava como corretor de imóveis e morava no bairro dos Bancários.
 
Notícia também pode ser lida pelo link: https://www.facebook.com/fatoafato/
 
Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, ele estava em um veículo modelo Volkswagen Fox, de cor prata, quando foi surpreendido por dois homens em uma moto. O carona teria efetuado vários disparos contra a vítima, que perdeu o controle do veículo e colidiu violentamente em um muro. As balas atingiram a cabeça e o ombro.
 
O policial morreu antes mesmo de ser socorrido, permanecendo sentado no banco do motorista e com o cinto de segurança ainda preso. A Delegacia de Homicídios da Capital já iniciou as investigações sobre o crime.
 
Do ClickPB
Compartilhe:
 
Comentários

Notícias Relacionadas

»Evangélica quebra imagem de Nossa Senhora e causa revolta entre os católicos; Veja o vídeo

»Pastor Valdemiro Santiago, após sofrer facada no pescoço, pede doação de R$ 8 milhões a fiéis

»Apóstolo Waldemiro Santiago leva facada no pescoço durante culto em SP

»Igreja critica divulgação de suspeitas de pedofilia na Paraíba investigadas em segredo

»Dom Lucena envia mensagem de Natal ao povo de GBA e do Brejo

»Morre em São Paulo aos 95 anos o Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns

»Através de carta apostólica, Papa concede a padres decisão de perdoar quem comete abortos

»Pastor Alexandre, da Sara de GBA, será entrevistado por Fato a Fato

»Padre Adauto é criticado e elogiado por grupos de jovens nas redes sociais

»Padre Fábio de Melo revela que pulava muro de seminário para namorar

 
 
 
Editorial do dia

Foro privilegiado

Foi o STF que considerou ilegais doações empresariais em campanhas, que reconheceu a união homoafetiva como “unidade familiar”, que descriminalizou aborto nos três primeiros meses de gestação, que estabeleceu corte de ponto de servidores públicos em greve,que aprovou prisão após condenação em 2ª grau, que reconheceu dupla paternidade de filhos adotados (dos pais biológicos e afetivos), que proibiu veto a tatuados em concursos...

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas