Publicidade
|
Galeria de Fotos Horóscopo Novelas Vídeos Email: redacao@fatoafato.com.br
Empreendedor Entrevistas Email: redacao@fatoafato.com.br
Editorial
Nem está fácil, nem vai ser...
11.12.2016 enviado às 00:49
Texto:

Caríssimo leitor;
 
Que a situação não está fácil para os governadores, é certo, basta acompanhar os discursos e o noticiário. Mas, o Governo Federal não está a fim de ouvir mais choradeira do que a sua própria e, apesar dos apelos dos governadores pelo dinheiro da repatriação, não está querendo tornar as coisas fáceis.
 
Uma luz no túnel surgiu em reunião na quarta-feira à noite. O governo flexibilizou um pouco, e parece, eu disse, parece que chearam a um consenso. Um dos pontos, e esse deve provocar embates, diz respeito à previdência dos servidores.
 
Os governadores se comprometeriam em enviar às Assembleias Legislativas projetos de reforma que elevam a contribuição previdenciária de servidores públicos para 14%.
 
Segundo o governador Marconi Perillo (Goiás), que estaria representando os demais, a aprovação de leis estaduais nesse sentido seria “condição obrigatória” para que a União seja garantidora de operações de crédito dos Estados, uma das reclamações do socialista Ricardo Coutinho.
 
E os Estados estão cada vez mais dependentes desses empréstimos e, consequentemente, do Governo Federal. São R$ 5,3 bilhões da multa da repatriação para os Estados, ou seja, que vai ‘enjeitar’, e se alguém tem que pagar a conta, a julgar pela Reforma da Previdência, que seja o servidor estadual, cuja maioria, diria 99%, ganha o mínimo e vai ganhar ainda menos.
 
Por Sony Lacerda (jornalista, colunista do Portal Correio)

Compartilhe:
 
Comentários
Confira também:

»Recado mais que direto

»O destino da Cagepa

»Foro privilegiado

»As asas do poder

»Jadinho e a repulsa aos deputados federais votados em GBA

»Olhos em 2018

»Respeito ao diálogo

»As opções da Oposição e o desempenho ascendente de Luciano Cartaxo

»Aonde vamos chegar? (Era Tramp)

»Temer erra ao indicar pessoa tão próxima a ele e ao PSDB

»A alternativa

»Pra fazer história

»Luciano Cartaxo ‘emburacando’ no vácuo

»Receita subiu, salário encolheu

»A liberdade de expressão Vs a perigosa propagação do Ódio

»Ainda o Atropelamento inaceitável com morte e as reações até violentas

»A escolha dos sucessores

 
 
Editorial do dia

Recado mais que direto

O que aconteceu ontem na Assembleia Legislativa da Paraíba, até então, não fazia parte do cotidiano político do governador Ricardo Coutinho, pelo menos desde que este conseguiu a maioria esmagadora dos deputados para formar a ‘sua’ bancada. Sem a presença do líder Hervázio Bezerra, os parlamentares derrubaram dois vetos do socialista a projetos de lei. Um deles, por unanimidade.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas