Publicidade
|
Galeria de Fotos Horóscopo Novelas Vídeos Email: redacao@fatoafato.com.br
Empreendedor Entrevistas Email: redacao@fatoafato.com.br
Editorial
Nem está fácil, nem vai ser...
11.12.2016 enviado às 00:49
Texto:

Caríssimo leitor;
 
Que a situação não está fácil para os governadores, é certo, basta acompanhar os discursos e o noticiário. Mas, o Governo Federal não está a fim de ouvir mais choradeira do que a sua própria e, apesar dos apelos dos governadores pelo dinheiro da repatriação, não está querendo tornar as coisas fáceis.
 
Uma luz no túnel surgiu em reunião na quarta-feira à noite. O governo flexibilizou um pouco, e parece, eu disse, parece que chearam a um consenso. Um dos pontos, e esse deve provocar embates, diz respeito à previdência dos servidores.
 
Os governadores se comprometeriam em enviar às Assembleias Legislativas projetos de reforma que elevam a contribuição previdenciária de servidores públicos para 14%.
 
Segundo o governador Marconi Perillo (Goiás), que estaria representando os demais, a aprovação de leis estaduais nesse sentido seria “condição obrigatória” para que a União seja garantidora de operações de crédito dos Estados, uma das reclamações do socialista Ricardo Coutinho.
 
E os Estados estão cada vez mais dependentes desses empréstimos e, consequentemente, do Governo Federal. São R$ 5,3 bilhões da multa da repatriação para os Estados, ou seja, que vai ‘enjeitar’, e se alguém tem que pagar a conta, a julgar pela Reforma da Previdência, que seja o servidor estadual, cuja maioria, diria 99%, ganha o mínimo e vai ganhar ainda menos.
 
Por Sony Lacerda (jornalista, colunista do Portal Correio)

Compartilhe:
 
Comentários
Confira também:

»A escolha dos sucessores

»Dos bicheiros ao PCC, onde está o Estado?

»O destino da Lava Jato

»A tese dos Paulino

»Luís Pequinês, um guarabirense

»O poder e a criminalidade

»Impossível não reclamar

»As regras para 2018

»PSDB e PSB de GBA juntos novamente?

»Ano bom, ano ruim

»Plantando na seca

»Sobre aplausos, breu e brilho

»Falta punição

»O péssimo exemplo do Tribunal de Justiça

»Compadrio e meritocracia

»A (in) sustentabilidade dos serviços, como os do INSS

»PEC 55: o voto a favor dos paraibanos e o efeito logo ali

 
 
Editorial do dia

A escolha dos sucessores

O STF não terá que decidir apenas o futuro da Lava Jato, mas nesta semana deve se pronunciar sobre a sucessão na Câmara dos Deputados, onde três candidatos disputam a cobiçada posição de 2° na linha sucessória da Presidência da República. Ao eleger seu novo Presidente, o Senado também estará indicando o 3° nessa ordem, mas sem confronto.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Profº Jorge Lucena
Programa a Visão do Brasil
Mais Lidas