Publicidade
|
Galeria de Fotos Horóscopo Novelas Vídeos Email: redacao@fatoafato.com.br
Empreendedor Entrevistas Email: redacao@fatoafato.com.br
Editorial
Judiciário versus Legislativo: da crise política à crise institucional
06.12.2016 enviado às 17:54
Texto:

Caríssimo leitor;
 
Quanto mais se mexe, pior fica. O confronto entre os poderes Legislativo e Judiciário só agrava o que já é ruim. Não bastasse o conflito entre Legislativo e Executivo que culminou com o impeachment e os seus tenebrosos efeitos, agora Congresso e Supremo Tribunal Federal se digladiam.
 
A guerra está deflagrada, agora de forma oficial e inequívoca. Ao recusar-se ao cumprimento da decisão monocrática do ministro Marco Aurélio de afastar o senador Renan Calheiros do comando da Casa, a Mesa Diretora do Senado chamou o Judiciário para a briga.
 
Antes, o gesto hostil estava restrito a Renan Calheiros que, num de seus arroubos, desqualificou magistrados da Operação Lava Jato reduzindo-os a “juizecos”, uma corruptela com solar intenção de rebaixar os seus algozes e reafirmar seu poderio.
 
A crise política no Brasil se assevera, ganhando perigosos contornos de embate institucional. Os poderes medem forças e esticam a corda. Como sempre, ela vai quebrar do lado mais fraco: o cidadão brasileiro.
 
Por Heron Cid (jornalista, editor do MaisPB)

Compartilhe:
 
Comentários
Confira também:

»Recado mais que direto

»O destino da Cagepa

»Foro privilegiado

»As asas do poder

»Jadinho e a repulsa aos deputados federais votados em GBA

»Olhos em 2018

»Respeito ao diálogo

»As opções da Oposição e o desempenho ascendente de Luciano Cartaxo

»Aonde vamos chegar? (Era Tramp)

»Temer erra ao indicar pessoa tão próxima a ele e ao PSDB

»A alternativa

»Pra fazer história

»Luciano Cartaxo ‘emburacando’ no vácuo

»Receita subiu, salário encolheu

»A liberdade de expressão Vs a perigosa propagação do Ódio

»Ainda o Atropelamento inaceitável com morte e as reações até violentas

»A escolha dos sucessores

 
 
Editorial do dia

Recado mais que direto

O que aconteceu ontem na Assembleia Legislativa da Paraíba, até então, não fazia parte do cotidiano político do governador Ricardo Coutinho, pelo menos desde que este conseguiu a maioria esmagadora dos deputados para formar a ‘sua’ bancada. Sem a presença do líder Hervázio Bezerra, os parlamentares derrubaram dois vetos do socialista a projetos de lei. Um deles, por unanimidade.

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas