Publicidade
|
Galeria de Fotos Horóscopo Novelas Vídeos Email: redacao@fatoafato.com.br
Empreendedor Entrevistas Email: redacao@fatoafato.com.br
Colunista


Antonio Santos
Radialista, jornalista, poeta, editor de Fato a Fato, ex-diretor de jornalismo da GBA FM, ex-gerente das sucursais de A União e do Correio da Paraíba de GBA, ex-coordenador de Comunicação da PMG.
Eles estão soltos
18.09.2015 enviado às 01:05
Texto:

Amigo internauta;
 
O título em tela sugere curiosidade acima do comum. Os três vocábulos (Eles estão soltos) podem não se referir, diretamente, a alguém, mas, como a oração estar no plural, diz respeito a várias pessoas.
 
Pois bem! Falamos dos golpistas de plantão, alguns deles protagonistas e outros filhos da Ditadura Militar e do chamado Regime de Exceção, considerados aos anos mais negros da Nação brasileira. 
 
E para espanto de alguns (não nosso), eles estão soltos, continuando a agir sorrateiramente, praticando os mesmos atos ilícitos, rindo e mangando das autoridades do País, inclusive defendendo o impeachment de Dilma e a volta dos militares ao poder.
 
Quem esteve a serviço das forças armadas e foi embrião-mor da antiga Arena, não admite, por hipótese alguma, o Bolsa Família, Pronatec, Fies, criação e construção de universidades e escolas técnicas, nem do acesso dos pobres a casa própria.
 
Como todos esses benefícios foram implantados pelo Governo PT/PMDB, aos golpistas restam apenas espernear e tirar do poder quem estar lhe tirando o sonho de voltar às benesses do passado. 
 
Soltos e impunes, mesmo assim os golpistas temem e morrem de medo das prisões e das condenações de ex-membros do Governo PT/PMDB. Eles sabem que, se Lula e Dilma estão “cortando na própria carne”, imagine o que fará a Polícia Federal, o Ministério Público, a Procuradoria Geral da República e a Justiça com quem, durante mais de 20 anos, usurpou o dinheiro do povo brasileiro?
 
Eis aí o grande medo de quem defende o impeachment de Dilma. Eles sabem que, quando acabar a varredura dos corruptos atuais, as autoridades irão se voltar para os crimes do passado. Aí nós queremos ver quem “vai ter bom guardado”.
 
Enquanto não chega esse dia, “eles continuam soltos”.
 
Um forte abraço e até a próxima terça!
 
PÂMELA E A REPRESSÃO
 
Pâmela Bório, mãe do filho do governador Ricardo Coutinho, tem sido crucificada e reprimida em todas as instâncias. Além de ser proibida de usar as redes sociais, a ex-primeira dama da PB pouco tem a aconchego de sua cria, graças a sanha e a raiva de seu ex-marido. É claro que as proibições contra Pâmela são decretadas pela Justiça, mas sempre por iniciativa de RC. Estão promovendo a “moça” e não sabem.
 
CARTAXO E O PT
 
O prefeito Luciano Cartaxo, ao anunciar saída do PT e ingresso no PSD, deu um tiro no próprio pé. Seu novo partido, além de fazer oposição ao governador da PB, também é aliadíssimo de Cássio Cunha Lima. Com a decisão, Cartaxo desagradou, por tabela, o Palácio do Planalto. E agora? Sem Lula e Dilma, Ricardo e o PMDB, será que o prefeito de João Pessoa tem mesmo “bala na agulha” para enfrentar e vencer todos esses adversários em 2016?
 
DESORGANIZAÇÃO E FALTA DE PLANEJAMENTO
 
Não há como deixar de mencionar esses dois vocábulos quando se trata da Prefeitura de Guarabira, na atual gestão do prefeito Zenóbio Toscano. Um homem que se diz organizado, moderno e “seria o melhor para o povo”, deixa a cidade esburacada, suja e na escuridão, tudo por falta de planejamento e organização administrativa. Tem secretário que, mesmo estando ainda “mamando” no Governo Municipal, embala a musiquinha: “quanta falta faz o ZT de 30 anos atrás”. 
 
MELQUÍADES E AS ADESÕES
 
Depois de Achilles Leal, o filho e a mulher, o presidente da Câmara Municipal Teinha, agora foi a vez do vereador Renato Macedo. Todos aderiram ao empresário Melquíades Nascimento, pré-candidato a prefeito de Mulungu pelo PTB. Pelo andar da carruagem, a prefeita Darc Bandeira vai ficar só ela e o marido, sobretudo na campanha municipal de 2016. Quem não sabe dividir o pão, a tendência é amargar a solidão. 
 
ENERGIA DO SILVIO PORTO
 
A Secretaria de Esportes de GBA estar cedendo o Estádio Municipal Silvio Porto para jogos de pessoas particulares, inclusive com os refletores acessos, passando da meia noite. Na decisão entre Desportiva e Serrano, realizada no domingo passado, a energia não suportou o excesso de uso e desligou as torres, causando transtornos aos torcedores, a FPF e aos dois times. Será que “Dr. ZT” tem conhecimento disso? Se tem é conivente. Caso contrário, deve punir quem cede órgãos públicos a interesses particulares.
 
PETARDOS
 
CARTAXO – Com saída de Luciano Cartaxo do PT e anúncio de adesão ao PSD, a aliança com Cássio estar sacramentada. Com isso, quem perdeu com a decisão foi o deputado Manoel Jr. Ele pensava em ter o apoio de CCL e Cia para sua candidatura a prefeito de JP. Pensava.
 
SEM CORAGEM – Não arrochem Lula das Molas contra ZT por que o vereador não tem coragem de romper com o prefeito. Mesmo tendo o filho afastado da direção do Centro Municipal da Visão, Lula continua obediente ao “chefe”. E pronto.
 
FLAMENGO – Empolgado com 6 vitórias, o Flamengo decepciona 67 mil torcedores em Brasília e perde para o Coritiba por 2 tentos a zero. É menos traumático torcer pela Desportiva Guarabira. 
 
ADESÃO AO GOVERNO – Quem pensa em Raniery Paulino aderindo ao Governo do Estado por pressão, estar redondamente enganado. Além de ser muito convicto do que quer, o deputado não cede quando o povo é vilipendiado. 
 
ESCÂNDALO – Ex-funcionário da Secretaria Municipal de Saúde de GBA estar um tanto afastado dos holofotes. Fonte diz que quando ele aparecer novamente, vai detonar novo escândalo na administração ZT. Vou aguardar.
 
Da Redação
 
Contatos com a coluna pelo celular 083 98880-3458 ou através do e-mail: jornalistaasantos@gmail.com



Compartilhe:
 
Comentários
 
Confira também:

»A quem interessar possa

»Homilia, Frei Damião e o comodato

»Lula vem aí

»Sem lenço, sem documento

 
 
Editorial do dia

Foro privilegiado

Foi o STF que considerou ilegais doações empresariais em campanhas, que reconheceu a união homoafetiva como “unidade familiar”, que descriminalizou aborto nos três primeiros meses de gestação, que estabeleceu corte de ponto de servidores públicos em greve,que aprovou prisão após condenação em 2ª grau, que reconheceu dupla paternidade de filhos adotados (dos pais biológicos e afetivos), que proibiu veto a tatuados em concursos...

Veja mais
 
Colunistas
Antonio Santos
Antonio Cavalcante
Justiça poética
Mais Lidas